Brotheragem com o Meu cunhado

Tudo bem meus leitores? Bom venho hoje contar um relato que aconteceu faz 3 dias.

“O dia que meu cunhado me mamou”.

Como já disse em outros contos, sou Bissexual. Meu cunhado é BI também e eu namoro com a irmã dele. Vamos chamá-lo de Pedro.

Conheço Pedro desde o 1° Ano do ensino médio, mas nunca fomos tão próximos devido que eu era um ano mais velho que ele. Recentemente estou no 3°ano e ele está no 2° ano. Conheci a irmã dele esse ano também, começamos a namorar e visitas frequentes há casa de Pedro começaram a existir. Nós aproximando bastante, tanto é que as vezes eu vou na casa dele sem a irmã dele estár lá, foi nessas que rolou algo inesperado, uma brotheragem com meu cunhado.

Ler mais

Caçando caralho para alegrar minha cucetinha

Gente, não sou escritor, portanto não sei bolar contos. Então, como curto muito minha feminilidade, gosto de contar as minhas experiências homossexuais. Não só relembro e curto momentos que me fizeram feliz como viado, satisfeito como cadela, alegre como escrava, mas nunca completamente realizada… sempre eu quero mais, sempre minha gulosa quer mamar muito e beber leitinho, sempre minha Cucetinha insaciável sonha em ser preenchida por um ou dois caralhos, grandes, cabeçudos e grossos… Mas, como já escrevi antes, só curto ser puta de macho alfa, ativasso, dotado, leiteiro e socador. Se o cara, como eu, também mama e dá cú, esse papo que versátil para mim não funciona. Macho pra mim é hétero. E hétero de verdade come viado. Exatamente comer e não dar para outro homem, que faz dele um hétero, até porque muito viado (não eu, claro!) também come mulher.

Ler mais

Perdendo as pregas

Oi, valeu pelos comentarios nos ultimos contos kk vcs sao top, vamos ao conto..

Era sabado eu ele tinhamos dormido no mesmo quarto, mas em cama separadas, acordei primeiro e fui ao banheiro olhei no espelho lavei a cara e fui embora pra casa, tomei banho e fui a padaria com minha mae pra tomar cafe, conversamos e tomamos cafe e ela disse que ia pro interior no mesmo dia para o aniversario da amiga dela, ela disse que era so pra mulheres e que eu ia ficar sozinho em casa, na hora pensei pra chamar o will pra dormir la em casa(queria mamar ele dnv kk) chegou na hora do almoço ela foi embora, ai agora eu tava botando meu plano em pratica, entrei no WhatsApp e tinha uma foto da pica dele, mandei uma foto da minha bunda pra ele, e perguntei se ele queria passar a noite aqui, ele disse que sim, me animei todo, ia beber mais leitinho kk, era umas 6 da noite

Ler mais

O montador de móveis Planejados

Vamos para mais um conto erotico…

Como eu sempre falo aqui, meus contos são verídicos, apenas alterando nomes ou coisas do tipo, vamos lá?

Como vocês já sabem, eu sou baixinho, 1,68, 100kg aprox, cabelos e olhos pretos, vou contar para vocês o que aconteceu nesses últimos dias depois de “provocar”

O cara…

G é um cara de cor clara, baixinho, magrinho do nariz fininho mas amassado pra baixo com o maxilar quadradão e de tatuagem no braço, o conhecia ele de vista há uns 15 anos atrás, na época trabalhava no caixa de um hortifruti, era aquele molecão com cara de safado sabe? Sempre que eu passava na rua eu o via sentado lá na cadeira do caixa com

Ler mais

Chupei o detento no Centro de Detenção

Iniciei meu trabalho voluntário de assistente judiciário no CDP de Taubaté, eu sou responsável por prestar assistência aos advogados em audiências. acompanho os processos administrativos e judiciais, analiso todos os tipos de contratos firmados, avalio cláusulas, muitas vezes tenho encontros com internos (presos), para decidir ou preparar audiências, em algumas apontam suas necessidades.

Assessorava o advogado do Gilmar, um moreno de 28 anos, preso por tráfico, já estava naquela unidade a 1 ano,nesse período para passar o tempo, Gilmar praticava exercícios portanto estava saradíssimo, numa desses encontro, Gilmar reclamou de não receber visitas , eu fiquei de contactar seus parentes, mas não haviam conseguido credenciais para entrarem nas visitas, questões burocráticas, como sou Assistente Judiciário, consegui autorização pessoal para fazer

Ler mais

Meu vizinho me comeu na obra de meu pai

Quando meu pai começou construir o que hoje é nossa casa, naquela cidadezinha, ele fez uma espécie de porão, que serviria para nossa família morar enquanto construía a casa propriamente dita; como meu pai trabalhava fora, e sempre era ele mesmo com ajuda de parentes e amigos que construíam, geralmente só nos finais de semana que havia gente naquele lugar. Já estavam com cômodos preparados, já no tijolo, que se fala, alguns lugares com água, sem luz ainda, alguns materiais, como areia, cimento, tijolos, andaimes com tábuas. Tínhamos uma família vizinha, que tinham vários filhos, havia um, mais velho que eu uns 6 anos (descobri dia desses a idade), Evaldo, o nome dele, moreno claro, trabalhava em um restaurante, e sempre gostava de conversar comigo, ficávamos horas conversando, ele começou a me trazer presentes, doces, balas, chicletes, tinha um que era azedinho que eu adorava, além dos

Ler mais