Encontrei ele no ônibus

Olá pessoal, tudo bem? Vou contar para vocês como foi meu primeiro caso gay (história totalmente verídica). Hoje tenho 30 anos, sou casado, tenho filhos e vivo uma vida dupla (praticamente), quando adolescente tive aquele pega-pega com os amigos (meninos) próximos, e até um primo meu, mas nada que eu considere um envolvimento, era apenas troca-troca. Já quando jovem, tinha uns 17 anos, assistia muito porno e depois de um tempo passei a ter interesse em ver vídeos gays, inclusive dei bobeira e meu pai acabou pegando o histórico da internet cheio de conteúdo gay acessado, depois disso fiquei mais esperto. Bom, vamos aos fatos… Quando iniciei minha faculdade, com 19 anos, logo comecei um estágio numa financeira no centro da minha cidade, Goiânia, nesta época não tinha carro ainda então ia de ônibus trabalhar. Um desses dias acordei sem nenhuma pretensão, não tinha muito estímulo

Ler mais

Violentado pelo vizinho bêbado

Meu nome é Felipe (fictício), sou Moreno praia, 72kg, 170cm, corpo liso, bunda grande avantajada, barba feita, topete e tenho 27 anos.

Moro sozinho em um apartamento próprio. No início desse ano eu decidi reformar esse apartamento e minha mãe cedeu uma casa que ela tem que costuma ficar vazia, para eu ficar lá enquanto a reforma está sendo executada.

Tudo estava indo bem… Levei algumas coisas para essa casa, e vida que segue.

A casa vizinha tem um casal de senhores, que não são muito amigáveis… Mas são conhecidos da minha mãe. Porém eles não simpatizaram comigo principalmente o senhor Genivaldo (nome real), e ele sempre está alcoolizado.

Ler mais

A primeira mamada no amigo novinho

Olá a todos.

Este é meu primeiro conto no contos eroticos, e estarei me apresentando como Jair, nome fictício para que ninguém me reconheça por aqui.

Meu nome é Jair, nasci em Guanambi e fui criado em Caetité, cidades pequenas na região sudoeste da Bahia, pois meu pai trabalhava como operador de maquinas pesadas e se mudava para onde tinha serviço. Fui criado com a presença de pai e mãe, e também com um meio irmão que tem quatro anos a mais que eu.

Sou negro, bundudo, sempre fui meio gordinho, e essa característica me deixava em maior desvantagem com os meus amigos que adoravam pegar corridinhas e me deixar pra trás, muitas vezes, se escondiam dentro de casa para me dar o perdido.

Ler mais

Fui acampar e trepei com o caiçara local

Essa história é verídica, aconteceu no começo de março de 2018. Eu e uma amiga combinamos de ir acampar, antes que começassem suas aulas na faculdade, em uma praia perto de Paraty (RJ). Fomos para lá quase virados, depois de uma noite bebendo cerveja e conversando. Usamos o blablacar para ir até Paraty, pois saía mais barato, e depois pegamos um ônibus até uma pequena vila e depois ainda fizemos uma trilha de 1h30 até a praia. Resultado: chegamos exaustos e fomos direto dar um mergulho. A água estava morninha, uma delícia, e depois de nos refrescarmos fomos achar um lugar para montar nossa barraca e começar a preparar a comida, pois estávamos famintos. Comemos, tomamos banho, e entramos na barraca para descansar às 20h. Dormimos. Eu, porém, acabei acordando ao redor de meia noite, depois de um sonho muito louco, e acabei não conseguindo mais dormir por

Ler mais

Loucuras com o meu primo leiteiro

Sou de uma família bem grande que sempre se reuniu para festas e finais de semana sendo criado muito próximo dos primos que tinham quase a mesma idade.

Desde sempre o Felipe ( nome trocado ) era o mais grudado comigo sendo quase três anos mais velho, passamos a maior parte da vida até ali juntos indo um na casa do outro tendo as primeiras experiências de vida juntos.

Quando chegamos aos 12/15 as coisas começaram a esquentar, era quase natal e minha mãe estava ajudando nos preparativos me levando junto para passar a tarde com ele.

Ler mais

Comendo o Coroa Safado

Meu nome é Paulo Sergio tenho 26 anos sou casado e moro no interior do RS. Bom tudo começou quando eu estava em uma padaria fui comprar uma coca-cola de lata quando derrepente chega um coroa de 40 anos + ou- e começa a puxar assunto comigo saimos junto da padaria e ele me ofereçeu uma carona eu aceitei pois eu estava muito cansado e ele perguntou meu nome e eu repondi e eu perguntei o nome dele eu respondeu que era jorge e ele começo a olhar para o meu pau e eu senti a malicia mais eu fique quieto e desci perto do meu emprego e ele me deu um cartão com o numero do telefone dele passou uma semana estava apertado sem dinheiro e eu peguei aquele cartão e liguei para ele e ele me falou assim…

Ler mais