Transa Gostosa com Amigo Hétero

Oi, meu nome é Marcus e tenho 23 anos. Vou contar algo que aconteceu comigo há um ano. Sou gay assumido desde os 18 anos, mas sabia que gostava de homens com 12. Bem, eu ajudei, por assim dizer, alguns homens a experimentarem prazer com homem para verem como é. Alguns gostaram e outros não. Até que enfim o ser humano entende a sexualidade faz parte de um… Aprendizado. Chega de filosofar e vamos ao meu conto! Eu tenho um amigo chamado Carlos. Ele é desses magros bem definidos, lindos olhos cor de mel e cabelos castanhos claros. Conversar com ele era prazeroso para mim e como ele fazia academia seu corpo passou a tomar outras… Feições. Os braços mais musculosos, bumbum e pernas mais definidos e por aí vai. Nossa! Já ia me esquecendo ele tava com 20 anos.

Ler mais

Primeira vez com o compadre

Meu compadre é bem mais novo do que eu, só padrinho de casamento dele e da filha. Ele é muito bonito e gostoso, ele não sabia que eu gostava dele. Uma certa noite fomos para uma festa e bebemos muito, e ele foi dormir lá em casa. Acordei umas 03:00 horas da manhã e ele dormia de barriga para cima com aquele pau lindo duro como uma pedra, não resisti e comecei a passar a mãos nele, depois de um tempo baixei a cueca dele e comecei a chupar a cabecinha e fui colocando todo em minha boca e comecei mamar gostoso e ele acordou assustado. Tentei negar que não era aquilo, mais ele falou, meu compadre você gosta de rola, você é viadinho. Aí segurou minha cabeça e pichou para o pau dele fazendo eu engolir a rola dele todinha, que tem uns 18cm e é bem grossa, aí eu não perdi tempo e

Ler mais

Primeira vez com o padrasto

Esse conto é verídico e aconteceu comigo mesmo. Mesmo eu tendo recém completado 18 anos, minha mãe já estava em seu 5º casamento. O sortudo da vez se chamava Paulo, cerca de 36 anos mas aparentava ser mais jovem, olhos verdes, branco com lábios grossos, lembrava um pouco o cantor Diogo Nogueira, mas com cabelo crespo.
Nossa convivência era harmoniosa e nunca olhei-o com segundas intenções, até porque Paulo era super respeitoso e discreto, nunca tinha o visto nem mesmo de cueca, mesmo já tendo 4 anos morando na mesma casa. Até que conversando com um amigo sobre putarias, ele me contou que seu pai o tinha ensinado a bater punheta e eles batiam juntos até hoje, que inclusive batiam um pro outro, mas nunca tinham tido nada a mais. Nesse momento, mesmo nunca tendo visto nem mesmo o volume de Paulo, eu desejei ter esse nível de intimidade com meu padrasto. E foi

Ler mais

Dando pro uber pauzudo

Oii pessoal, voltei aqui pra contar mais uma história que aconteceu comigo no início da semana, era finalzinho de tarde e eu tinha ído dar uma volta pra relaxar um pouco o estresse do dia, e provocar os machos gostosos que eu achasse claro, sempre que saio de casa procuro uma roupa que valorize muito minha raba, coloquei as roupas mais apertadas que tinha que acabou mostrando o tamanho da minha bunda, quando estava voltando pra casa resolví pedir um uber, era mais ou menos 18:30hs, quando ele chegou, eu dei logo uma olhada nele e uau, que delicia, um carinha magro, moreno, e com certeza era pauzudo, tentei puxar papo mas ele só respondia o básico, aos poucos se soltou e fomos falando do estresse que o trabalho causa, então eu disse que uma foda é tudo para relaxar, ele

Ler mais

Dei porra pro novinho atrás da casa

Mudei novamente de casa. Estou morando em um bairro novo. Minha mãe logo fez amizade com a nossa vizinha e todo dia ela vem aqui em casa ficar conversando ou assistindo novela com minha mãe. Quase sempre o filho dela vem junto, nome dele é Davi.
Sempre quando Davi vem junto, ele vai direto pro meu quarto pra ficar conversando comigo ou usando meu PC. Ele é bem novinho, mesmos assim temos muito assunto em comum. Direto eu percebia ele manjando minha rola, então só pra provocar eu curto ficar apertando a rola na frente dele, ou com a mão dentro do short fingindo que tô coçando e tals… quase sempre eu tô sem camisa, apenas de short, muitas vezes sem cueca. Davi fica maluquinho quando me vê assim.

Ler mais

Amigo bêbado, eu fodi gostoso

Me chamo Ebner tenho 21 anos, 1.75m de altura, moreno claro ou pardo pra quem quiser.
Nesse último sábado convidei meu amigo de infância pra assistir filmes e beber uma gelada em casa e ele aceitou de boa. Chegou em casa umas 20h e começamos a conversar enquanto fazia alguns petiscos pra comer enquanto bebiamos.
Meu amigo se chama Jamil, tem 22 anos 1.79m de altura, um mulecão haha.
Conversamos sobre nossa semana e tals e começamos a beber, coloquei um filme da Marvel e fomos pra sala. Falávamos pouco enquanto assistíamos, mas estávamos comendo e bebendo as latinhas que tinha comprado.

Ler mais

Como me descobri submisso

Esse é meu primeiro conto e espero que vocês gostem!! Ficou longo, mas é contado com o máximo de detalhes.

Então vamos lá!!

Quando criança sempre fui muito obediente, e respeitoso com os mais velhos e sempre ouvia dos meus pais que jamais deveria faltar com respeito a ninguém e que xingar era feio e criança educada não falava palavrão. E assim eu cresci, chamando todos de senhor, senhora, obrigado, por favor, fui uma criança gordinha, um adolescente e um adulto, desenvolvi ginecomastia o que deixou meus peitos grandes e com formatos arredondados, imagina como foi na adolescência, o bullying que sofri dos meninos. E é bem nessa fase adolescente que quero contar para vocês.

Ler mais

O dia que dei para um boy na faculdade

Oi pessoal, como eu recebi um feedback positivo de vocês, eu vou contar mais umas das minhas aventuras. Devo lembrar que meus contos são de coisas que vive durante minha vida, que me fizeram ser quem eu sou no sexo. Espero que gostem de mais uma safadeza minha.

Bom, quando eu estava na faculdade, sempre temos aquele cara que a gente cria uma paixão que faz você cometer várias besteiras, e com esse cara não foi diferente. Lúcio era mais velho, deveria ter seus 28, 29 anos, enquanto eu tinha meus 21, moreno, branquinho, bem peludo, e com pau de 16 cm, mas que era grosso.

Ler mais