O garotão bom de pica

Trabalhei como encarregado de uma grande indústria, numa cidade de médio porte, por muitos anos, fui promovido a encarregado por minha competência e também reconhecimento de um diretor, que era amigo meu, bem antes de trabalharmos juntos, bem esse diretor, tem uma casa no Peró, em Cabo Frio, casa essa que eu já conhecia, e como ele iria passar as festas de final de ano lá, precisava fazer uns reparos antes de ir com a família, tendo comentado comigo, sobre essa precisão, eu providenciei para que nosso pedreiro, o Cláudio, um moreno nordestino de poucas palavras, bronco, 40 anos, excelente profissional, entrasse de férias, pelo menos por uns 15 dias, eu também tirei os mesmos 15 dias de férias, e combinamos ir para Cabo Frio realizar os reparos necessários. Quando estava

Ler mais