Saindo com o paciente casado

Sou Mauricio, 49 anos, liso, baixinho bundudinho… muitos dizem que tenho cara de bom moço, e se surpreendem quando libero o puto que me habita na cama kkkkkk…. sou dentista e tenho sempre muito cuidado com meus pacientes… procuro nao misturar as coisas, mas as vezes acontecem algumas paqueras..
Eu atendia uma mulher bonita, Julia, ja tinha alguns anos, e ela sempre falava do marido, que precisava colocar aparelho e tals, mas que nao tinha tempo… um dia ele finalmente veio pra uma consulta… Ricardo era um homem interessante, 46 anos ( a ficha entrega tudo kkk) moreno corpo bonito ( bom eu achei, curto maxo normal )

Ler mais

Motoboy e o amigo

Estava a toa na parte externa de casa e baixei novamente o app Maxim e estava querendo pegar um motorista de carro, mas tá mais fácil chover canivete que um motorista aceitar uma mamada. Então decidi ir para as motos e nenhuma quis também, aí fiquei lá quieto fumando e esperando o vigia da patrulha que passa de moto passar pq já tinha saído um vez e me punhaetado para ele e ele ficou encarando, mas nada dele passar. Quando foi umas 03:00 da manhã tento novamente e nada de motorista nem motoboy querer,aí recebo uma ligação, era um motoboy perguntando se eu animaria mamar ele e um amigo e eu topei, pq amo mamar, mas dar vem ele dizendo que o amigo queria me comer também aí disse que aqui veríamos e ele disse que depois me retornava, passado uns 10 minutos e

Ler mais

O caminhoneiro dominador

Ola meus queridos! Como estão? Espero que bem!
Como contei no conto anterior, estava passando algum tempo na minha tia que morava no interior (eu moro em cidade de interior mas a dela tem mais jeito do que a minha) e anteriormente contei como quase fui roubado e por fim tudo certo e acabei fodido pelo caminhoneiro, ele tinha salvado meu contato mas não mandou mensagem nos dias seguintes, o que me deixou triste, porque realmente me da tesao caminhoneiros e caminhões, a adrenalina, o jeito rústico e safado (não generalizando porque obviamente alguns não são assim).

Ler mais

O maloqueiro do meu bairro

Me chamo Renan, tenho 19 anos e moro no Rio de Janeiro. Vivo desde criança no mesmo lugar e sempre foi bastante tranquilo até começarem a vender drogas literalmente na esquina da minha casa. Sempre fui um moleque muito popular e sempre falei com todo mundo do meu bairro. Mas logo que esses moleques alguns novos e alguns já conhecidos meus começaram nessa vida, minha mãe já me deu toques para não ficar mais parado em esquina e tal (coisa de mãe né?). Eu nunca fui “o pegador” mas curtia umas garotinhas aqui ou ali, não era fã de buceta, gostava mais de cuzinho. Por eu ser moreno, cabelo cortado na régua, ser razoavelmente magro as minas piravam na minha. Sempre que passava pelos moleques na esquina eu cumprimentava normalmente pois alguns estudaram comigo e

Ler mais

Mamada deliciosa na hora do almoço

Olá! Me apresentando novamente, tenho 1,68 branco de cabelos escuros e magro, e sempre tenho um tesão no proibido. Esse conto aconteceu Por volta do meio do ano passado, tinha mudado de emprego, era em outra cidade, longe de todos, pensei porque não baixar o grindr e ver o que aparece..passaram uns dias, nada de interessante, até que apareceu um carinha a poucos metros, mais precisamente uma quadra depois, conversamos um pouco mas ele saia de casa 11:30 pra trabalhar, e eu 12:00 pro almoço. Até que um dia ele ia sair meio dia, me chamou, peguei a coragem e fui, sai 11:30 e fui até a casa dele. Cheguei, não tínhamos muito tempo, subimos pro quarto e ele já me deu

Ler mais

Os pedreiros safados

Viajei para Recife em um ano desses com um amigo e ficamos na casa de uma parente próximo a Brasília Teimosa, um bairro populacional cheio de morenos e negões tatuados de fazer qualquer um babar.
A casa dessa parente estava em reforma e quando não estavamos passeando pela cidade ficavamos lá de bobeira na sala conversando ou olhando o celular. Em um desses dias, estando na sala, um dos pedreiros, que tinha o controle do portão, abre o portão e entra pra ir pegar água para beber. Era moreno gostoso para caralho. Tatuado, usando uma calça folgada toda suja de tinta da obra, com uma cara de mau, uma delicia. Ele passou na minha frente e dei uma secada de canto de olho só imaginando como seria a foda com ele, mas foi só isso. Quando ele passou de volta olhei de novo, mas sem ele perceber.

Ler mais